Diagnóstico

Diversas doenças, incluindo doenças sistêmicas, podem levar à queda dos cabelos. Um diagnóstico correto é crucial para os resultados do tratamento. São necessários dados clínicos do paciente e histórico familiar, exame clínico e, possivelmente, exames complementares. Somente após uma avaliação clínica completa é possível definir o tratamento adequado para cada caso.

Tricoscopia

É um exame não invasivo, indolor e de fácil execução que permite analisar alterações no couro cabeludo e também nos fios. É hoje considerado no meio acadêmico, um exame de suma importância para o diagnóstico das desordens do couro cabeludo e fios.

Biópsia do Couro Cabeludo

A realização desse procedimento poderá ser necessária em casos específicos, para a correta comprovação diagnóstica. O procedimento é realizado sob anestesia local, a nível ambulatorial, sem necessidade de internação. O material coletado será enviado ao patologista que dará o laudo num prazo de até 15 dias.

Avaliação dos Fios Perdidos

A análise da quantidade de fios perdidos espontaneamente ao longo de um dia pode ajudar na estimativa da queda capilar, sendo mais uma fonte de dados para o direcionamento terapêutico.

Microscopia Óptica das Hastes

Esse exame está indicado quando a doença está na haste capilar, seja por uma condição adquirida como na fragilidade dos fios pós químicas e queda por quebra, bem como em condições genéticas e hereditárias.